Tudo sobre Hidroponia

Hidroponia ( do grego: água + trabalho) é o nome dado a um sistema de cultivo de plantas caracterizado por não precisar de terra (solo). As raizes das plantas ficam dentro da água. Soluções fertilizantes são adicionadas à água para alimentar as plantas.
Hoje em dia é possível encontrar muitos produtos hidropônicos nos supermercados. Os produtores encontraram na hidroponia muitas vantagens: ocupa um espaço reduzido e tem o clima da estufa controlado permitindo produzir o ano todo.
As plantas são cultivadas em estufa, sem necessidade do uso do solo. O que aumenta a produção, e a qualidade dos produtos, visto que os nutrientes são balanceados e controlados. Diminui a quantidade de água utilizada, por possuir um sistema fechado, e também reduz o uso de agrotóxicos, por ser dentro de estufa, o que diminui o ataque de predadores e as intempéries do tempo, não havendo poluição do solo. Além de utilizar um espaço muito menor do que a agricultura tradicional. Claro que este aumento de produtividade depende da energia elétrica ou de algum sistema similar. Mas se torna uma alternativa onde o solo não mais comporta a plantação. Apesar de ainda ter um custo um pouco mais elevado.
A hidroponia hoje é mais difundida em países como a Holanda, Alemanha, Itália, Espanha, Suécia, Japão, Austrália, Estados Unidos, México e áreas vizinhas da América Central.
No Brasil, esta técnica ainda não é muito difundida, sendo mais utilizada perto dos grandes centros urbanos onde as terras agricultáveis são mais escassas e caras. Sendo a região sudeste a campeã de produção hidropônica no Brasil.

O que é Hidroponia?

A palavra hidroponia vem do grego dos radicais gregos hydro = água e ponos = trabalho. Apesar de ser uma técnica relativamente muito antiga, o termo só foi utilizado pela primeira vez pelo Dr. W. F. Gerke, em 1930.
A Hidroponia é um sistema de cultivo, dentro de estufas sem uso de solo. Os nutrientes que a planta precisa para desenvolvimento e produção são fornecidos somente por água enriquecida (solução nutritiva) com os elementos necessários: nitrogênio, potássio, fósforo, magnésio etc., dissolvidos na forma de sais.

O que é Hidroponia
Basicamente qualquer água potável para consumo humano serve para esta forma de cultivo. Existem diversos processos hidropônicos como: floating, aeroponia, NFT etc. O processo NFT (fluxo laminar de nutrientes) foi desenvolvido nos anos 70 pelo Dr. Alan Cooper. O processo NFT elimina os antigos métodos de telha, plástico e brita e tubos de PVC e os substitui por um perfil de polipropileno totalmente atóxico, isento de metais pesados, que não contamina a planta e dá maior sustentação aos vegetais. É excelente!

Como funciona a Hidroponia?

As plantas são cultivadas em perfis específicos, 80 cm acima do solo, por onde circula uma solução nutritiva composta de água pura e de nutrientes dissolvidos de forma balanceada, de acordo com a necessidade de cada espécie vegetal. Esses perfis provêm o meio de sustentação para as plantas, sem necessidade de pedrinhas ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características. Periodicamente é feito um monitoramento do pH e da concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.
Essa solução fica guardada em reservatórios e é bombeada para os perfis, conforme a necessidade, retornando para o mesmo reservatório. É o sistema de cultivo NFT (Nutrient Film Technique) — fluxo laminar de nutrientes.

Vantagens da Hidroponia

Vantagens da Hidroponia

O produto final cultivado em hidroponia é de qualidade superior, com aproveitamento total, pois é cultivado em estufa protegida e limpa, livre das variações do clima, dos insetos, animais e outros parasitas que vivem no solo. No cultivo hidropônico os nutrientes são balanceados diariamente, conforme a necessidade do cultivo, fazendo com que as plantas recebam durante todo seu ciclo de crescimento, as quantidades ideais de nutrientes.

O que se pode cultivar por Hidroponia?

Praticamente tudo. Hoje em dia a alface ainda é a mais cultivada, mas pode-se plantar brócoli, feijão-vagem, repolho, couve, salsa, melão, agrião, pepino, beringela, pimentão, tomate, arroz, morango, forrageiras para alimentação animal, mudas de árvores, plantas ornamentais, entre outras espécies.

Vantagens da Hidroponia para o Consumidor

· As plantas não entram em contato com os contaminantes do solo como bactérias, fungos, lesmas, insetos e vermes.
· As plantas são mais saudáveis, pois crescem em ambiente controlado procurando atender as exigências da cultura.
· Todo produto hidropônico é vendido embalado, não entrando em contato direto com mãos, caixas, caminhões etc.
· Ataque de pragas e doenças é quase inexistente, diminuindo ou eliminando a aplicação de defensivos.
· Pela embalagem o consumidor pode identificar: marca, cidade da produção, nome do produtor ou responsável técnico, características do produto e telefone de contato. · Os vegetais hidropônicos duram mais na geladeira e fora dela, pois permanecem com a raiz.

Produtos Hidropônicos são mais caros?

Para o consumidor ainda são um pouco mais caros que os tradicionalmente cultivados, mas a diferença é de apenas alguns centavos. A procura e aceitação pelo consumidor são cada vez maiores e os comerciantes já se preocupam em oferecer produtos hidropônicos.

Vantagens da Hidroponia para o Produtor

Este é um aspecto sobre o qual gostaríamos de chamar sua atenção. O produtor de cultivos hidropônicos trabalha com uma tecnologia moderna, limpa e com muitas vantagens, veja:
· Maiores higienização e controle da produção.
· A planta cresce mais saudável e, por estar longe, do solo menos sujeita a infestação de pragas.
· A produção se faz durante todo o ano por ser um cultivo protegido.
· Alta Produtividade: um único empregado pode cuidar de mais de 10.000 plantas. O custo de manutenção (empregado, água, luz, frete etc.) para o cultivo de alface, por exemplo, está em torno de R$ 0,15 por pé. A ergonometria é muito melhor, pois se trabalha em bancadas. O trabalho é mais leve e mais limpo.
· Não há desperdício de água e nutrientes. A economia de água em relação ao solo é de cerca de 70.
· A produtividade em relação ao solo aumenta em cerca de 30
· O retorno do investimento se dá entre 6 e 8 meses
· Por ser colhida com raiz a sobrevida da planta hidropônica é muito maior que a da cortada no solo. Existem maiores qualidade e aceitação do produto.
· Estão eliminadas operações como: aração, gradeação, coveamento, capina, bem como a manutenção dos equipamentos utilizados para estas operações.
· A produtividade e a uniformidade da cultura são maiores. · Redução de pulverizações.
· Pode ser realizada em qualquer local, mesmo onde o solo é ruim para a agricultura.
· Um projeto comercial de 4.200 pés de alface/mês requer apenas 357m2.
· Não há preocupação com a rotação de culturas e o replantio é imediato após a colheita.
· Independendo da terra pode ser implantado mais perto do centro consumidor

Exigências e Condições para a Hidroponia

Os custos iniciais não são elevados em se falando de equipamentos, e o retorno é imediato e a curto prazo. É necessário prevenir-se contra a falta de energia elétrica. Exige conhecimentos técnicos e de fisiologia vegetal. Uma planta doente pode contaminar toda a produção. Requer rotinas regulares e periódicas de trabalho.

Hidroponia
Origem: Wikipédia

Cultivo hidropônico de morangos

A hidroponia é a técnica de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta.[1] Na hidroponia as raízes podem estar suspensas em meio liquido (NFT) ou apoiadas em substrato inerte (areia lavada por exemplo). Ao cultivar com solução nutritiva utilizando um substrato não inerte (húmus por exemplo), admite-se dizer que é um cultivo sem solo, mas não é adequado referir-se como sendo hidroponia. Quando a solução é aplicada ao solo, tem-se a ferti-irrigação. Não é cultivo sem solo, nem hidroponia. Em geral esta solução não é completa, pois tem caráter complementar. Portanto, na hidroponia a única fonte de nutrientes para as plantas é a solução nutritiva, pois, se houver substrato, este é inerte. No caso de cultivo sem solo, basta que o solo não seja utilizado. Um exemplo, é o cultivo apenas em húmus de minhoca.

Cultivo Hidropônico de Morangos

A palavra hidroponia vem do grego, dos radicais hydro = água e ponos = trabalho.

Apesar de ser uma técnica relativamente antiga, o termo hidroponia só foi utilizado pela primeira vez em 1935 pelo Dr. W. F. Gericke da Universidade da Califórnia.

Essa técnica pode ser aplicada tanto em escala doméstica (pequenos vasos) bem como em escala comercial (grandes plantações em galpões). Gericke adotou o sistema de cultivo sem solo para as condições de campo, de tal forma que se tornou o primeiro passo para viabilizar o cultivo em escala comercial.

Quando se diz que “Gericke é o pai da hidroponia” não significa que ele inventou o cultivo sem solo, mas trata-se de uma homenagem aos avanços científicos conquistados por ele e por ter pela primeira vez usado o termo hidroponia.

Uma técnica similar à hidroponia, com utilização de aspersão de gotículas de água sobre as raízes de plantas suspensas, é conhecida como Aeroponia.

1 Princípios de funcionamento da Hidroponia
2 Soluções hidropônicas
3 Referências
4 Referências

Princípios de funcionamento da Hidroponia

As plantas são colocadas em canais ou recipientes por onde circula uma solução nutritiva, composta de água não necessariamente pura, porém, potável e de nutrientes dissolvidos em quantidades individuais que atendam a necessidade de cada espécie vegetal cultivada. Esses canais ou recipientes podem ou não ter algum meio de sustentação para as plantas, o substrato, como pedras ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características,periodicamente é feito um monitoramento de pH e de concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.

Soluções Hidropônicas

Soluções hidropônicas

Exemplos de soluções para hidroponia são descritas abaixo:

Solução Hidropônica Segundo Cooper (solução de Cooper)
Soluções intermediárias

Solução A
Fosfato monopotássico (KH2PO4) 26,3 mg/L
Nitrato de potássio (KNO3) 583 mg/L
Sulfato de magnésio (MgSO4.7H2O) 513 mg/L
Solução B
Nitrato de cálcio (Ca(NO3)2.4H2O) 1003 mg/L
EDTA-Fe ([CH2.N(CH2COO)2]2FeNa) 74 mg/L
Obs.: 1 g de EDTA-Fe corresponde a 0,91 g EDTA + 0,29 g Nitrato de ferro (II) (Fe(NO3)2).
Solução C
Sulfato de manganês (II) (MnSO4.H2O) 6,1 mg/L
Ácido bórico (H3BO3) 1,7 mg/L
Sulfato de cobre (CuSO4.5H2O) 0,39 mg/L
Molibdato de amônio ( (NH4)6Mo7O24.4H2O ) 0,37 mg/L
Sulfato de zinco (ZnSO4.7H2O) 0,44 mg/L

Outra formulação de solução hidropônica:
Soluções intermediárias

Solução A
Sulfato de amônio 28,4 g
EDTA 0,1 g
Sulfato ferroso 0,05 g
Água qsp 1 L
Solução B
Superfosfato de cálcio 14,2 g
Sulfato de potássio 10,0 g
Sulfato de magnésio 8,6 g
Sulfato de manganês 0,085 g
Ácido bórico 0,028 g
Sulfato de cobre 0,006 g
Molibdato de amônio 0,006 g
Sulfato de zinco 0,007 g
Água qsp 1 L
Usar 150 ml de cada solução em 4,5 L de água a ser usada na hidroponia.

Solução vinhaça para hidroponia

Solução de vinhaça para hidroponia

10% de vinhaça de cana-de-açucar (tratada e destilada segundo Santos et al. (2013)).[1]
Suplementado com 750 mg L-1 Ca(NO3)2.6H2O, 500 mg L-1 KNO3, 150 mg L-1 NH4PO4, 400 mg L-1 MgSO4.7H2O and 1 mL L-1 da solução estoque de micronutrientes composta de (2,34 mg L-1 MnCl2.H2O, 0,88 mg L-1 ZnSO4.7H2O, 0.2 mg L-1 CuSO4.5H2O, 2,04 mg L-1 H3BO3 e 0,26 mg L-1 Na2MoO4.2H2O).
A solução vinhaça para hidroponia é uma alternativa barata e eficiente para a produção de alface, rúcula e agrião, além de ser ecologicamente correta, considerando que é uma forma de descarte da vinhaça (resíduo poluente originado da destilação da cana-de-açúcar para obtenção de álcool combustível).

Principais plantas cultivadas em Hidroponia

Com a consolidação do cultivo em hidroponia no Brasil, houve também a consolidação de algumas culturas que se adaptaram bem e são produzidas em grande escala em hidroponia para o consumo humano. Evidentemente, nem todas as instalações para hidroponia precisam ser em escala comercial. Mas independente do tamanho do cultivo podemos ver claramente a vantagem da hidroponia, pois ela permite o cultivo de plantas em um ambiente protegido e em uma densidade muito maior que o cultivo convencional com solo.

Diversas plantas podem ser cultivadas em hidroponia. Contudo, algumas espécies são particularmente adequadas e muito bem adaptadas para o cultivo em hidroponia. Entre elas estão:

  • Alface em hidroponia.
  • Morango em hidroponia.
  • Tomate em hidroponia.

Alfaces em hidroponia (Alface Hidropônico)

Alface é uma espécie vegetal que tem o sistema radicular considerado pequeno. Consequentemente é adequada para o cultivo em hidroponia, principalmente no sistema NFT, que é o mais utilizado em todo mundo. Ainda, devido ao pequeno tamanho de cada planta de alface, podem ser cultivadas em alta densidade, ou seja, muitas plantas por área de cultivo. Isso permite boa utilização de espaços. A imagem ao lado mostra o cultivo hidropônico de alface em escala comercial, onde plantas jovens aparecem no primeiro plano e alfaces ao ponto de colheita ao fundo.
A técnica NFT de cultivo hidropônico pode ser usado de forma bastante criativa para cultivar alface em espaços pequenos, como um quintal ou sacada de apartamento.alface hidroponia
Esse sistema pode ser feito com tubos de PVC junto com pequenas cestas que sustentam cada planta de alface junto ao tubo. Uma forma particularmente criativa para cultivar alface hidropônica é em tubos de PVC ou em calhas penduradas nas paredes em um padrão de zig-zag. Sendo que os nutrientes são bombeados para o topo do tubo ou da calha e, por escoamento faz o circuito de zig-zag da tubulação, nutrindo as plantas em toda extensão da tubulação. Esse sistema, desde que não seja muito grande, pode ser feito em paredes de residências formando uma horta ou jardim.

Morangos em hidroponia (Morango Hidropônico)

O cultivo de morangos em hidroponia é muito similar ao cultivo de alface, sua adaptação ao cultivo também foi muito boa, assim como no caso da alface.
Os morangueiros também tem um sistema radicular pequeno, sendo particularmente adequado para o cultivo no sistema NFT de hidroponia. Como pode ser visto na figura abaixo as plantas podem ser cultivadas em uma densidade muito elevada em tubos de PVC. A única coisa que deve ser levada em consideração é o espaço para frutificação e colheita dos morangos.

Tomates em hidroponia (Tomate Hidropônico)

Diferentemente da alface e morangueiro, o tomateiro tem um sistema radicular mais agressivo e maior. Portanto, não é adequando para cultivo no sistema NFT de hidroponia. Isso porque o grande sistema radicular pode interferir e bloquear o fluxo de nutrientes no tubo de PVC. Os tomates são popularmente cultivados em sistemas hidropônicos com gotejamento de nutrientes planta por planta ou no sistema de aeroponia. Nesses sistemas, as raízes dos tomateiros podem se desenvolver livremente, permitindo o pleno desenvolvimento e produção da planta, sem interferir no fluxo de nutrientes para as demais plantas.

INFORMAÇÕES PARA CONTATO

A Tropical Estufas está localizada na cidade de Bragança Paulista/SP a 100km dos aeroportos de Cumbica/GUA e Viracopos/CPQ e à mesma distância da capital paulista.

Endereço: Av. Radames Lo Sardo, 542 – São Lourenço, Bragança Paulista – SP, 12908-829

Telefone: (11) 4035-7344WhatsApp: (11) 99634-3628 | Email: [email protected]

WhatsApp Chat
Enviar WhatsApp
Não há produtos